fbpx
Segundo Domingo de Maio
20/05/2018
Precisamos falar sobre Suicídio
06/06/2018

O tempo

Esta semana lendo um poema de Cecília Meireles, “Retrato”, fiquei refletindo sobre o tempo e de como ele passa e não percebemos e que não vemos que as mudanças físicas vão aparecendo e o quão difícil é ter essa noção.

Assim é no luto, onde perco a noção do tempo, as vezes acho que tem muito tempo que a Marina morreu, outras horas acho que está muito recente.  Parece que eu fiquei presa naquele dia fatídico de março de 2017 e quando eu acho que estou conseguindo sair de lá, me vem algo que me puxa novamente e eu volto a ter a sensação que o tempo parou, mas entendo que tempo só pára para quem já se foi, eu que fiquei preciso seguir adiante. 

O mesmo tempo que me traz  a realidade mostrando que minha filha não me verá envelhecer e que ela não receberá o diploma da faculdade, não viajará para a Europa e nem irá voar de asa delta, coisas que ela um dia desejou fazer, também me cobra por ele estar passando e eu as vezes fico esperando acordar de um pesadelo. 

O tempo que faz com que meus cabelos brancos apareçam cada vez mais e que ela sempre os admirou e que eu nunca mais pintei, é o mesmo tempo que alguns teimam em dizer que acalma e suaviza a dor, mas que me faz sentir o contrário, ele só faz com que a saudade venha cada vez mais aguda e cortante.

O mesmo tempo que prepara um filho no ventre da mãe não prepara a mãe para perder um filho e nem a conforta, o tempo que teimam em dizer que é o senhor da razão, que mostra a verdade é o mesmo tempo que me mostra e me ensina que eu tenho sim escolhas e que viver bem o tempo que me resta,  dependerá das escolhas que eu fizer hoje.

O tempo é único, assim como as pessoas são únicas, especiais, inesquecíveis e insubstituíveis. E o tempo que me maltrata me mostra que tenho que olhar para ele com um respeito que até então não tinha.

E me faz lembrar que não terei novas fotografias da Marina e que as que tenho eu não consegui organizar em um álbum como havia proposto e nem sei se conseguirei fazer, pois ainda não tenho forças para olhar as fotos sem achar que meu coração irá estourar de dor e que as lágrimas caem doloridas me machucando ainda mais, pois o tempo não me fez acostumar com sua ausência e que  essa lição o tempo não conseguiu me ensinar.  

3 Comments

  1. Rose disse:

    Sabe Terezinha….hoje não tô legal…O tempo….é o mesmo que traz…mas tbem leva😕Eu me identifico com teus sentimentos..Hoje faz 9meses que o Tiago decidiu partir…Esperei ele 9 meses….O amei desde que soube que iria vir….Parece que dia 27/8/17 pra mim foi ontem.Estou perdida no tempo😓

    • Joseval G. Maximo disse:

      Priscila Luiza Gonçalves Luz da Silva
      Rose. Não tenho dúvidas que vc ainda o ama e ele tbm… A sua dor só vc conhece, mas não guarde a só para vc. Se quiser conversar meu WhatsApp 31 996905952.

  2. PRISCILLA LUIZA GONCALVES LUZ DA SILVA disse:

    Rose. Não tenho dúvidas que vc ainda o ama e ele tbm… A sua dor só vc conhece, mas não guarde a só para vc. Se quiser conversar meu WhatsApp 31 996905952.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *