o luto do sobrevivente
O luto do sobrevivente
14/11/2017
Espere por nós
17/11/2017
Marina Violao

Quem foi Marina

Nossa filha Marina Guedes Maximo nasceu em uma manhã de terça-feira quente e ensolarada do mês Março de 1997.

Marina foi uma pessoa maravilhosa, acreditamos que foi um  anjo que Deus deixou sobre nossos cuidados por  20  anos.

Era uma menina linda, sorridente e engraçada, de uma generosidade ímpar.

Sempre foi estudiosa, adorava animes, videogame e séries.Marina Violao

Era uma filha amorosa, amava seus avós, tios, primos, amigos e tinha uma adoração pelo  único irmão e era amada por todos.

Muito carinhosa  sempre estava disposta a  encontrar  com amigos e com familiares, adorava uma festinha.

Não gostava de praticar esportes. Era desengonçada para dançar  mas sempre arriscava alguns passos.

Gostava de tocar violão, fazer palavras cruzadas, amava café, achava que água de coco era a bebida mais maravilhosa do universo.

Era fã de heavy metal mas tinha um gosto musical bem eclético.

Gostava da cor laranja e usar touca mesmo no verão.

Sempre ficava mal humorada quando estava com fome e as únicas frutas que comia eram goiaba e maçã verde, não comia verduras e legumes mas se preocupava com a sua saúde.

Sua marca registrada eram as camisas xadrez e não podia tirar os óculos pois sem eles não enxergava nada.

Fazia um tiramissu maravilhoso, um risotto sem igual e detestava lavar louças.

Era desorganizada, tinha medo do escuro, de insetos e de não ser amada.

Odiava calor, a cor rosa, usar vestido, chinelos e tomar injeção.

Dizia que queria ter bastante dinheiro para poder comprar só chocolate belga, usar jeans Calvin Klein e viajar para a Europa.

Tinha o costume de comprar, ler e  depois doar os livros.

Defendia os direitos humanos, a igualdade de gênero e a causa LGBT.

Falava inglês fluentemente e estava aprendendo Francês e Catalão e cursava Filosofia na UFABC.

Era cheia de amor, dizia que o mundo estava errado.

Estas eram algumas da peculiaridades da Marina. O significado dela em nossas vidas é praticamente inexplicável ela era a nossa menina, a filha amada e querida que nos ensinou o verdadeiro significado do Amor, o que é verdadeiramente Amar e esquecê-la para nós será impossível.

Nossa filha Marina Guedes Maximo faleceu  em uma madrugada de terça-feira nublada e cinzenta no mês  Março de 2017.

1 Comentário

  1. […] que com tudo isso, nossa filha Marina permanecerá  viva em nossos corações, em nossas lembranças e em nossos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *